Mais e mais pessoas tem programado suas viagens para a Disney para que ela coincida com um dos eventos runDisney. Há vários eventos ao longo do ano, desde alguns mais curtos, até o mais completo em que são várias corridas, uma por dia, até culminar na maratona completa no último dia.

Nosso leitor Gilson Marcondes se ofereceu para escrever um texto super detalhado sobre a experiência dele ao correr um desses eventos na Disney.

Leia abaixo.

Alyson Regis Darugna

Quando há aquela paixão tão latente por algo ou algum lugar, tudo parece girar em torno dela. E quando paralelamente surge uma outra? A melhor solução é juntá-las. A Disney faz parte da nossa vida, minha (Gilson) e da minha noiva (Marília), desde 2013 quando fomos pela 1ª vez.

Como não temos Disney no Brasil, uma oportunidade de sentirmos a magia que dela emana, seria correr a Princess Magic Run (geralmente em março) ou a Disney Run (meados de agosto).

Quando abriram as inscrições para a Princess Magic Run 2016, não pensamos duas vezes, fizemos mesmo sem nunca ter corrido na vida. Os nossos primeiros 7k seriam nessa atmosfera e nesse universo mágicos. E deu certo. E tudo começou com 7 quilômetros das princesas no Brasil.

A descoberta dos eventos runDisney

O vício por corrida já estava impregnado em nós, assim como a Disney. Pouco tempo depois descobrimos que existiam corridas que aconteciam no Walt Disney World Resort.

Em outubro de 2016, após um treino no Parque do Ibirapuera (Sampa) resolvemos descobrir quando as inscrições iriam abrir para a próxima prova, e se daria tempo para já em 2017 participar.

Pesquisamos no site da runDisney e as inscrições para 2018 abririam no dia 14 de fevereiro de 2017 e, para aumentar a nossa ansiedade e angústia, numa dessas pesquisas, com resultados escassos por sinal, descobrimos que as vagas acabam rapidamente, aliás, dependendo da prova elas podem acabar em questão de 2 a 3 horas.

Naquele mesmo dia após o nosso treino, pensamos em quais provas gostaríamos de participar. A primeira ideia seriam as provas de 5k, 10k e 21k. Por quê? Simples: a prova de 21k passa por dentro do Magic Kingdom e do Epcot. Imagina!?

Correr por dentro dos parques Disney

A sensação de entrar correndo pela Main Street USA e ver o castelo e ainda passar pelo Epcot, melhor impossível. Hummm…. Acho que há possibilidade de ser melhor ainda.

Navegando pelo YouTube, descobri que a prova de 42k passava pelos 4 parques com um algo a mais a ser dito adiante. Não hesitei. Contei para a Marília todo animado e falei que se a gente treinasse, conseguiriamos (mas treinar muito mesmo, pois detalhe: nunca tínhamos corrido mais de 21km!). Ela embarcou na proposta.

Quatro dias seguidos de corridas – Dopey Challenge

Era então o momento de aguardar o dia de abertura das inscrições para o desafio escolhido: O Dopey Challenge ou Desafio do Dunga, que consiste em correr 4 dias seguidos distâncias progressivas começando na quinta-feira com 5k, depois 10k, seguido por 21k e por fim, no domingo uma maratona completa.

Tudo isso acontece sempre no 2º final de semana de janeiro na chamada Walt Diney World Marathon Weekend.

Os dias foram passando e a abertura das inscrições também. Nesse meio tempo, uma amiga nossa, Manuela, começou a correr e embarcou conosco nessa doideira, loucura ou o nome que achar mais apropriado.

O processo de incrição para correr na runDisney

As inscrições iniciavam às 12h (meio-dia) horário de Orlando ou Eastern Time, no Brasil, por volta das 15h.

Já havia preparado tudo, anotado tudo, número dos cartões, as senhas e os logins para não errar, afinal, tinha que fazer as inscrições individualmente. Abri 3 abas com os logins já acessados para não perder tempo. Eu estava muito ansioso, nervoso e estava em dia normal de trabalho. Torcendo para não ter nenhuma reunião nem nada.

Inscrições abertas, era hora de fazer as 3 ao mesmo tempo. E o medo de errar, travar e perder? Enfim, consegui e aquele alívio/ansiedade tomou conta. Em onze meses teríamos que treinar para conseguir completar o desafio. 

Vários obstáculos ao longo da jornada até a runDisney

Até janeiro, passamos pelo planejamento e por obstáculos angustiantes.

O primeiro foi a minha lesão que nos impediu de conseguir um tempo bom numa prova oficial, e assim, acabamos ficando no corral (ou curral em português rs), que nada mais é do que o bloco onde os corredores com tempo similiar ou próximos são separados, de acordo com sua velocidade, sendo os mais rápidos antes e mais próximo da largada para não demorar demais o nosso início.

Primeiro largam os atletas com ótimos tempos no Corral A, que são chamados de elite, e ainda assim, não são todos de uma vez e sim em grupetos.

Vocês precisa provar que é capaz

Para ficar nos primeiros grupos, é necessário provar que você consegue ser rápido através do proof of time, que é feito em alguma corrida anterior (no seu país de origem, claro!).

Ainda teríamos uma outra chance de realizar uma prova e graças a Deus, conseguimos a tempo de enviar para o site da RunDisney.

Quem não consegue provar, é colocado nos corrals mais distantes. A corrida da Disney é tão grandiosa e tem tantos inscritos que o último pelotão demora muito para largar!

Uma lesão, muita angústia

Após isso, a Marília se lesionou em outubro, motivo de muita angústia mesmo. Ela sofreu muito, temeu não conseguir nem completar o desafio ou até mesmo correr. Ainda bem que tudo deu certo e ela se recuperou. Ufa!

O ano foi terminando e a nossa viagem com corrida estava chegando. O tema musical da corrida: I can go the distance, do filme Hércules  e que fazia parte do Wishes!

Farei ou tentarei fazer um breve relato do pré-corrida, como funciona. Para nós, tudo novidade! Chegamos ao Reino Mágico no dia 1º de janeiro de 2018. Antes de sair correndo, temos que pegar os Bibs ou número de peito e os kits das corridas na runDisney Health & Fitness Expo, que acontece um dia antes das corridas.

Deixamos para ir lá pelas 15h depois de aproveitar um pouco o parque. Pegamos o ônibus que nos leva até lá partindo do Contemporary Resort (ele sai dos principais hotéis da Disney ou você pode ir de carro também!).

ESPN Wide World of Sports Complex

Trajeto curto até o ESPN Wide World of Sports Complex onde fica a Expo. A fila para entrar no prédio onde você retira o Bib e o kit estava imensa.

Necessário para retirar: passaporte e formulário assinado obtido no site da própria runDisney mas que dá para imprimir na hora lá! Disney sendo Disney.

Ao pegar o Bib, eles tiram uma foto sua segurando o bib para registrar no banco de dados e assim todas as fotos que os fotógrafos do photopass tirarem sua durante a corrida ficarão disponíveis para download no memory maker. Vale muito a pena! Aconselho e muito! Ah, e sempre deixar descoberto o bib para as fotos, dica óbvia mas essencial. O kit é composto pelas camisetas da corrida e no nosso caso, dos desafios.

Depois de pegar o kit e bib, foi o momento mais demorado do dia, conseguir entrar na Expo (onde também não sabíamos o que encontraríamos!)

O paraíso dos colecionadores runDisney

A fila era de mais de 1 hora apenas para entrar. Espera, espera, espera e enfim, conseguimos entrar no 1º pavilhão com merchandising exclusivo da runDisney.

É o paraíso para os colecionadores de pins, camisetas e tantos acessórios, tudo com o tema runDisney. Compramos pouco e eu estava querendo encontrar um ex-atleta olímpico dos EUA que é praticamente o embaixador das corridas Disney, Jeff Galloway e que tem um método de treinamento que serviu muito para gente (run walk run).

Como ele não estava lá, fiquei até frustado. Enquanto pagava as compras (em outra fila enorme), a Marília falou que havia um outro pavilhão com produtos e que Jeff estaria lá.

Paguei e fui para lá correndo. Nesse segundo pavilhão você encontra produtos para corrida de patrocinadores e expositores diversos, não específicos da marca Disney.

Encontramos meias, tênis, suplementos para corrida, capas de celular, faixas de gelo, o que você pensar para corrida e para o corredor, tem lá! Mais um paraíso para os corredores e consegui tirar uma foto com meu ídolo!

Já havia escurecido e voltamos para o ponto do ônibus em direção ao Contemporary. Não dava para enrolar muito, afinal, já no outro dia pela manhã seria a primeira prova, 5k.

Detalhes sobre as provas e a logística runDisney

A corrida de 5k tem a largada às 5h30 da manhã no estacionamento do Epcot. A Disney recomenda chegar antes das 5h pois é necessário passar antes pela área de checagem de bolsas/mochilas e encaminhar-se para o seu corral!

Nosso plano: acordar às 3h30, vestir a roupa, tomar um café, tirar foto, claro! e dirigir até o Epcot para chegar lá antes das 5h, como combinado.

Lógico que por ser uma corrida Disney, as pessoas capricham em tudo! Não é uma corrida por si só, é magia! é diversão! Não poderíamos ficar de fora também.

Muitos correm fantasiados na runDisney

Não fizemos fantasias elaboradas (é permitido uso de fantasias mas com certos limites) porque dificultaria a corrida, mas criamos camisetas e mickey ears personalizadas. Para a corrida de 5k, o tema foi Cars e ficamos assim: Eu, Lightning McQueen, afinal, “I’m speed”, Marília de Sally e Manuela de Cruz Ramirez.

Situação da madrugada era a seguinte: temperatura 0ºC, sensação de -2ºC. Moramos no Brasil e nunca corremos com tão baixa temperatura.

Meus dedos estavam doendo de tanto frio. Corremos com calça e blusa térmicas além da roupa, ou melhor, fantasia.

A corrida é bem familiar com crianças participando fantasiadas. Vale lembrar que tem uma Kids Race para a criançada.

O percurso dos 5k consiste em:

  • sair do Epcot,
  • passar pelo backstage incluindo a parte externa do Test Track  
  • entrar no World Showcase entre os pavilhões do México e Noruega,
  • seguindo em direção à França saindo pelo International Gateway e
  • pegamos então mais uma parte de backstage e
  • retornamos ao World Showcase pelo Canadá e
  • seguimos em direção ao The Land Pavilion e
  • continuamos até a chegada que é uma saidinha para o estacionamento logo após a Spaceship Earth.

Oportunidades de fotos com personagens durante a corrida

Nesse meio tempo, tiramos fotos com personagens raros ou não tão raros. Vale muito a pena enfrentar fila nesses momentos.

E funciona assim: chegando na sua vez você deixa o celular no modo de foto, entrega para o Cast Member, vai para junto do personagem, olha para o fotógrafo, ele tira foto, olha para o cast member e pronto, pega o celular e continua!

Nada de autógrafos ou enrolações! Lembrando que as fotos podem ser linkadas no Memory Maker junto com as dos parques e tudo mais.

Go, go, go! Na prova de 5k tiramos fotos com Jiminy Cricket, Horácio e os Irmãos Ursos. A 1ª medalha na disney é emocionante. É do Pluto! (em 2019 será do Oswald, meu personagem favorito). Nosso tempo? digamos que o pace não é o importante agora.

Every mile is Magical.

A prova dos 10k na runDisney

No outro dia, a prova era de 10k. Estava mais quente, 0ºC com sensação de 0ºC. O tema das nossas fantasias era Toy Story. Eu, Woody, Marília de Jessie, com direito a calça com manchas de vaquinhas e Manuela de Buzz Lightyear.

Mesma logística para chegar. A corrida de 10k é basicamente igual à de 5k, em termos, tem mais personagens.

Nossa caça estava apenas começando. Trajeto, também começa pelo estacionamento e sai pela estrada e com uma pequena subida e voltamos no mesmo sentido e quase 3 milhas depois do início, entramos pelo backstage novamente entre a Noruega e a China e World Showcase até novamente o International Gateway e passamos pelo charmoso Boardwalk, que poucos conhecem, mas que adoramos muito e mais ainda correndo!

Saímos do Boardwalk e continuamos mais uma parte de backstage até entrarmos pela parte do Soarin’ e continua até pertinho da atração do Nemo, e daí vemos a Spaceship Earth e mais uma chegada, mais uma medalha com o casal oficial nela!

Personagens que tiramos fotos: Pocahontas e Meeko (é um boneco bem pequeno do Percy, Flick e da princesa Atta, Pinocchio, ursinho Duffy.

Every mile is magical.

Muito frio durante a corrida – “Frozen Dopey”

Fatos que ocorrem durante a corrida e que são muito interessantes: como estava frio demais, em 2018 o desafio do Dunga ficou conhecido como Frozen Dopey.

Muitos já experientes em corridas Disney (na verdade corridas no exterior) vão super agasalhados, com luvas e calças de moleton e daí você está no seu corral e vê e já pensa: Correr assim?, pois bem, eles começam a correr e vão largando as peças no acostamento e após o último pelotão largar, voluntários começam a recolher as roupas que depois irão para a caridade (lavada antes, ok?).

Muita gente torcendo e apoiando ao longo do trajeto

Outro fato é que mesmo naquele frio, os familiares ou pessoas que adoram o espírito de corrida da Disney, ficam em pontos estratégicos para torcer, vibrar, fazer o high five ou até dar doces para desconhecidos.

Eles carregam muitos cartazes com frases engraçadas e motivacionais como por exemplo: É o percurso da maratona ou a fila do Flight of Passage?

ou As milhas nunca me incomodaram de qualquer forma (The miles never bothered me anyway).

Em todas as provas, por mais cedo ou mais frio que estivesse, pessoas vão para incentivar, são os chamados Cheer Squad!

A importância da hidratação e os voluntários

E sem falar naqueles que acredito são os mais fofos e valentes: os voluntários que estão lá para servir água, isotônicos, balas de energia e tantos outros itens distribuídos.

Se a gente já chega cedo, imagina esse pessoal? Ah, quem for correr sempre que pegar algo diga; “Thank you for volunteering”. Aliás, alguns são animadíssimos.

Nos postos de hidratação encontramos água servidas em copinho, portanto, após beber, jogar no lixo! E tem também os isotônicos que ajudam e muito. Tudo muito organizado, presentes em diversos pontos da corrida, padrão Disney.

Dica importante para os dias do Frozen Dopey, assim que você termina a prova, passou da linha de chegada, além da medalha, da água, é essencial que você pegue a manta da runDisney, uma manta térmica (parece um manta plástica recoberta com alumínio) que ajudará não só o pós prova mas no outro dia antes do início da outra. Ajuda e muito a manter o corpo aquecido.

A meia maratona da runDisney

Outro dia e agora a logística era um pouco pior em termos de tempo: até a prova de 10k, acordamos às 3h30. Agora, teríamos que chegar no estacionamento do Epcot antes das 3h30! depois alguns acessos estariam fechados e pronto, não teríamos como entrar. Acho que levantamos às 2h30. Pasmem, teríamos que chegar às 3h30 mas a largada continuava sendo às 5h30.

E o que fazer naquele frio? dormir dentro do carro cobertos pela manta. Ah, e não quisemos ligar o aquecedor porque seria pior, sair do carro bem quente e levar aquele choque com temperatura de 1ºC. Se bem que estava mais quente do que o primeiro dia!

Quatro amigos e um tema – Pooh

Era o dia da prova que já tínhamos corrido, treinado até que várias vezes, 21k. Meia maratona. Nesse dia seríamos 4 amigos correndo a prova e o tema: Pooh! Eu, de Pooh, Marília de Eeyeore, Manuela de Piglet e Larissa de Tigger.  Posso dizer que fizemos muito sucesso. O grande atrativo dessa corrida é correr no Magic Kingdom e no Epcot.

A largada não seria no estacionamento do Epcot e sim na estrada. Então estacionamos no Epcot, como sempre, mas andamos bastante até o nosso corral (algo em torno de 2k acredito) e percebemos que havia muito mais corredores do que nos outros dias.

Digamos que a diversão continuava mas para completar a prova, precisaria de um pouco de treino. Nos primeiros dias os currais iam de A até E.

Nesse dia se não me engano eles eram bem mais numerosos, de A até H.

Percurso, basicamente estrada, no escuro ainda, até o Magic Kingdom, passando pelo portal do estacionamento, pelo estacionamento, passando ao ladinho do Contemporary e então adentrar pela Main Street USA, Tomorrowland, Fantasyland, Adventureland e Frontierland, ou seja, todas as lands do parque.

As corridas passam pelo backstage da Disney

Saímos e pegamos uma parte de backstage e seguimos pela estrada que passa ao ladinho do Grand Floridian e do Polynesian e de lá mais estrada até entramos no Epcot pelo estacionamento, contornamos a Spaceship Earth e depois já seguimos em direção à chegada.

Pronto, mais uma prova, longa, demoramos bem mais do que o normal, afinal, paramos para tirar fotos com vários personagens: o 1º personagem foi o balão do mickey rs, pouco antes da entrada do estacionamento, depois McQueen e Tom Mate, Ralph e Vanellope, Sally e Jack Skelington, coelho da Alice, Sebastian da Pequena Sereia, as ratinhas da Cinderela, pinguins da Mary Poppins, Sr e Sra Incrível e Jack Sparrow e no fim, o Coral da Disney.

Every Mile is Magical.

A maratona completa runDisney – 42km

A última e mais difícil de todas ficou para o último dia: A maratona. 42km.

E digo, o máximo que chegamos foi correr durante um treino, 26km. Essa a gente não sabia como iria conseguir. Dormimos cedo pois tínhamos a mesma logística e horários.

Tema: Monsters Inc. Eu, Sully, Marília de Boo (tremendo sucesso) e Manuela de Mike (ela é super fã dele). Esse é o percurso dos sonhos, percorrer os 4 parques mais o ESPN complex (esse sim foi um desafio).

Percurso é igual ao da meia maratona até a parte em que passamos pelo Polynesian e de lá seguimos em direção ao Animal Kingdom. Importante dizer que, no dia anterior não conseguimos chegar antes de amanhecer e assim pegar a Main Street USA e o castelo ainda iluminados ou melhor, congelados pela Elsa, isso porque paramos em muitas filas para tirar fotos com personagens e isso acabou retardando a nossa chegada no MK.

Chegamos na Main Street U.S.A. e ainda era escuro

Dessa vez, quase não tinha personagens inéditos e fomos o mais rápido que conseguimos e sim, para a nossa alegria, chegamos e ainda estava um pouco escuro e daí, as lágrimas se repetiram ao entrar na Main Street.

É muita emoção, ver aquela multidão te animando pela Main Street e o que ela significa para nós.

Era ainda o início da prova, digamos, muitas milhas para correr, mas naquele momento, tudo teve um significado maior.

Não era uma rua que te leva até o lindo castelo, era o presente que esperamos e batalhamos para conquistar.

Juro, não tem como descrever. Ah, o local fica engarrafado e tem tantos flashs e pessoas tirando fotos. Mágico em todos os sentidos.

Um passeio na atração Expedition Everest durante a maratona runDisney

A outra meta era o que motivou fazer o Dopey, correr até o Animal Kingdom e parar para dar uma voltinha no Expedition Everest! Sim, eles costumam liberar essa atração para os corredores! Claro que paramos de correr para aproveitar essa atração.

É quase que uma obrigação, é mais diversão. Metade da prova havia sido percorrida.

Passamos pelas áreas do parque e saímos pelo backstage e vimos uma parte bem desconhecida da gente, vimos um lago atrás e o fundo da Expedition e fomos pelo estacionamento e vimos ao fundo Pandora! Ainda totalmente desconhecida pela gente.

Depois um longo e eterno trajeto de estrada, com subida até chegarmos na mais longa de todas e eterna parte, ESPN Complex.

Passamos por todas as áreas. Todas mesmo. Campos de futebol, baseball, corrida,  enfim, não acabava nunca. A gente não conhecia e não tinha noção da grandiosidade do ESPN.

Até o Oswald estava por lá

De lá, ainda no KM 35 seguimos em direção ao Hollywood Studios e antes de entrarmos, tiramos fotos com o meu personagem favorito: Oswald!

Eu estava na maior expectativa de encontrar o Oswald.

Entramos por trás da Tower of Terror e saímos um pouco antes das catracas. De lá, fomos pelo caminho terrestre que nos leva até o Boardwalk, passando pelos hotéis Swan and Dolphin e pelos lindíssimos Yatch and Beach Club.

Já estava bem quente e o final da prova se aproximava (não muito mas estava). Entramos no Epcot pelo International Gateway e seguimos sentido contrário agora.

A reentrada no Epcot

As pernas já não estavam aguentando mais e nesse momento já estávamos na 25 milha, do total de 26,2. 1700 metros da chegada. Então toca a música tema do filme Tarzan e eu não aguento mais, começo a chorar, me contendo para ao menos terminar logo.

Nessa hora você só quer terminar. A minha noiva sempre comigo, me estimulando, o parque já estava aberto e corríamos em  paralelo aos visitantes do parque.  (Eles fecham trechos do parque, dividindo metade para corredores e metade para visitantes).

Quando vimos o coral e a marca de 26 milhas, não pensei em mais nada. Qualquer força que eu tinha, era pra terminar junto dela. Ao ver a chegada, ainda sem raciocinar como conseguimos, cruzamos a linha e pronto, choramos os dois.

Não apenas de alívio, mas também pela alegria de conquistar algo que 2 anos antes nem sonhávamos em fazer.

A grande emoção na hora das medalhas

O que sentimos ao receber a medalha da maratona é algo difícil de explicar em palavras.

Recebemos além da medalha da maratona, que era do Mickey, uma Mickey Ears especial pelos 25 anos de maratonas na Disney, a medalha por ter corrido a meia e a maratona no mesmo final de semana, também conhecido como Goofy Challenge (desafio do Pateta) e a tão sonhada medalha do Dopey Challenge (as 4 provas seguidas).

Além da emoção, o agravante, da chegada até o carro, dava mais 2 km andando. Daí sim foi o sofrimento rs.

Personagens que estavam lá no final da maratona runDisney

  • Tio Patinhas,
  • Capitão Boing,
  • tweedledee e tweedledum com o coelho da Alice,
  • Dragão da Malévola,
  • Minnie com roupa de atleta,
  • assim com Pateta,
  • Mickey e
  • Donald também com esse traje,
  • Alegria e Tristeza do Divertidamente e por fim,
  • Oswald. 

Vale lembrar que tem muitos outros, mas como já tínhamos fotos, resolvemos pular.

O kit pós-corrida

Algo legal é o kit pós corrida. Pega medalha, pega manta, pega banana e pega um kit com petiscos dentro de uma caixinha. Cada caixinha continha um potinho com queijo cheddar, um saquinho de nuts com frutas secas, tortilla chips, um ghirardelli de caramelo, Oreo, balinhas e um tipo de purê de frutas orgânico, de embalagem verde.

Trouxemos todos ao Brasil no final da viagem, pois sobrou bastante. Como corremos 4 provas, no final do desafio eram 8 kits e muitos petiscos!

Um capítulo à parte na corrida são as pessoas fantasiadas. Capricham muito, mas quando digo muito, é com uma riqueza de detalhes. Algumas são referências, outras quase perfeitas, concurso de cosplay!

Mais uma corrida, na ilha da Disney

Ainda na viagem de janeiro, fizemos o cruzeiro no navio Disney Dream e no dia em que atracamos na Castaway Cay, para variar, corremos 5k e ganhamos mais uma medalha.

Para correr, não precisa pagar inscrição nem nada, só fazer inscrição antes no navio, acordar cedo no dia e ir ao local determinado pelo navio, se apresentar, ouvir as inscrições. nesse tempo, você ganha um bib ou número de peito.

Tudo muito tranquilo, não precisa provar tempo. Basta seguir a Cast Member , sair do navio até a ilha e seguir as flechas que indicam o caminho.

O percurso parece um pouco confuso no começo, dá impressão que você está andando em círculos pela ilha mas na verdade, indicam direitinho e são duas voltas pelo percurso.

Na linha de chegada a mesma Cast Member vibra contigo, dizendo: Você conseguiu! Melhor corrida de todos os tempos! Entrega a medalha e pronto! é só aproveitar o dia na ilha.

Outra vantagem de correr os 5k na ilha, é chegar antes de todos e ainda aproveitar e explorar partes  (tipo backstage) que não iríamos ter a oportunidade normalmente. 

Existe, para quem vai fazer o WDW Marathon Weekend, o Castaway Cay Challenge. Desafio que consiste correr as 4 provas mais os 5k na ilha da Disney.

A regra é fazer o cruzeiro logo após o final de semana da corrida, já na segunda-feira. Para aqueles que adoram colecionar medalhas de corrida, é uma belíssima combinação.

Considerações Finais

Essa paixão pela Disney e por correr na Disney virou vício.

Próximo desafio que fizemos, foi o Castle to Chateau na Disneyland Paris em setembro e que precisaria de mais um capítulo para descrever. Ano que vem teremos a Disney Princess Run, com mais novidades para contar pela frente.

Como o Clube WDW pode lhe ajudar

Temos vários serviços e produtos disponíveis através dos nossos parceiros que podem contribuir fortemente em sua próxima viagem.

Se sente perdido e quer trocar ideias com quem entende de Disney e Orlando? Considere nossa Assessoria de Viagem clicando aqui.

Gostaria de ter toda a sua viagem planejada, de início ao fim? Solicite uma cotação de Roteiro Personalizado aqui.

Precisa de hotel, tickets para os parques e outras experiências, carro alugado, passagens aéreas e muito mais? Clique aqui.

Quer ficar conectado o tempo todo em sua viagem e nunca precisar ficar caçando wi-fi? Clique aqui.

Para descobrir todos os parceiros do Clube WDW e Eu Amo a Disney, clique aqui.

Já pensou em criar conteúdos que realmente impactam os leitores? Descubra nosso programa de Mentoria em Criação de Conteúdo para Blogs e Redes Sociais.