A D23 Expo é um evento muito esperado por todos os entusiastas do mundo Disney. Congrega fãs do mundo inteiro em busca de novidades e produtos exclusivos, ou daquele encontro especial com o elenco de filmes e séries, e daquele imagineer e animador de seu projeto favorito.

Diria até que o coração da D23 Expo está justamente nos painéis menores e nos estandes de exposição, onde fãs normalmente encontram as experiências mais surpreendentes. Porém, há muito mais.

Do ponto de vista midiático os grandes painéis reunindo os anúncios oficiais são os eventos mais aguardados. É uma ironia que a Disney não transmita em vídeo justamente essa parte, embora permita que fãs façam isso via streaming, o que nem sempre dá certo devido as limitações técnicas.

Em 2019 o painel dedicado aos anúncios de filmes e animações foi considerado o grande destaque, incluindo o novo trailer de “Star Wars: A Ascensão Skywalker” e detalhes de animações novas como “Raya and the Last Dragon” (sim, finalmente uma animação original!). Mas e os parques temáticos?

Painel de Produtos e Experiências Disney

Sim, o último dia foi dedicado ao painel de “Produtos e Experiências dos Parques Disney”, liderado pelo chairman Bob Chapek.  Havia um grande hype pois, com a proximidade dos 50 anos do Walt Disney World em 2021, esperavam-se novidades especialmente para o Magic Kingdom. Mas não houve nada.

A impressão geral é que a apresentação do painel parece ter sido modificada em cima da hora. Ou não tão em cima. Comecemos pelo Projeto Secreto.

O projeto secreto

A Disney anunciou com pompa que a D23 Expo teria um anúncio secreto. Isso foi feito como resposta ao anúncio, também capenga, da Universal Studios que divulgou ao mundo a construção de mais um parque temático em Orlando.

Porém, a revelação foi que o projeto secreto é o “One day at Disney” – um novo livro e série documental sobre as pessoas que trabalham para as diversas áreas de atuação da Disney. A repercussão foi bastante discreta.

Decepção no painel dos parques

O painel dos parques foi um tanto decepcionante, e isso pode ser notado numa rápida pesquisa por vlogs e páginas especializadas. Houve muito anúncio requentado, não necessariamente novidades, mas com um outro detalhe extra revelado. 

No Hollywood Studios, Star Wars Galaxy´s Edge ganhou um vídeo revelando um pouco mais de como será a atração “flagship” da área chamada “Rise of the Resistance”.

Hotel de Star Wars

E o novo hotel tematizado de Star Wars se parece com uma experiência de dois dias dentro de um navio de cruzeiro. O hóspede ficará dois dias lá dentro com lojas, restaurantes, experiências e interações. Pagando bem caro por isso, diga-se de passagem.

Mickey & Minnie Runaway Railway, primeira grande atração do Mickey, já havia sido anunciada em 2017. Foi reforçado que a atração abrirá em Orlando em 2020 e em Anaheim em 2022. Na Disneyland a atração ficará na área Toontown e ambientada no teatro El Capitoon, uma homenagem ao teatro El Capitan, de propriedade da Disney em Hollywood.

Embora Bob Chapek não tenha dito nenhum detalhe e nem justificado o atraso na inauguração, quem olhou com atenção a arte apresentada verá que os bancos da atração têm “barras de segurança” (lap bars). Isso não existia no The Great Movie Ride, o que pode significar que a nova atração tenha alterações de altura ou de nível.

Cirque du Soleil volta a Disney Springs

Para o Disney Springs, sem dúvida a reativação do Cirque du Soleil é muito bem-vinda. O novo show baseado nas histórias Disney será a primeira parceria entre o circo, os imagineers e os animadores dos estúdios Disney. Parece muito promissor!

Avenger Campus

Bob Chapek também anunciou a nova área “Avenger Campus” (não é possível usar o nome “Marvel” por força contratual) na Disneyland de Anaheim e no Walt Disney Studios Paris. Além da confirmação da nova atração do Homem-Aranha (uma espécie de versão turbinada do Toy Story Mania), foi anunciado uma nova “E-Ticker ride” (leia-se super atração) para a fase 2 da área.

Especula-se que o encontro com todos os super-herois do universo Marvel poderá utilizar a mesma tecnologia do “Flight of Passage” do Animal Kingdom. A Disneyland ganhará uma nova parada diurna chamada “Magic Happens”, porém foi estranho não divulgarem nada sobre a revitalização da Tomorrowland, até porque algumas obras já começaram.

Disney e Target

Um anúncio fora do tom foi a parceria da loja Disney Store com a rede Target. Numa espécie de comercial forçado durante o painel, ficamos sabendo que serão instaladas seções da Disney Store em pelo menos 25 lojas da Target. E mais… que essas seções terão locais “instagramáveis” (Purple Wall em vários estilos, talvez).

Novo App – Disney Genie

Para o final de 2020 será lançado o Disney Genie, um aplicativo de planejamento de viagens. Pelo que deu para entender, com ele será possível organizar sua viagem (agendar fastpass, reservar restaurante, etc) no momento do passeio. É uma evolução do My Disney Experience em que o visitante já consegue agendar com antecedência.

O que ficou obscuro é se o novo serviço será pago. É provável que sim, pois agendar experiências na hora é considerado um serviço premium. Já pensou poder desistir de um fastpass e o aplicativo automaticamente lhe fornece um para outra atração, encontro com personagem ou até mesmo uma reserva de restaurante?

Magic Kingdom e Animal Kingdom ficaram de fora

Não houve anúncios para o Magic Kingdom e nem para o Animal Kingdom, embora a nova arte da montanha-russa Tron revele uma novidade. Um túnel será instalado para que o trem que circula o Magic Kingdom não despeje aquela fumaça sob o domo que adornará a nova atração.

Perfeito seria se os imagineers aproveitassem a oportunidade para fazer um diorama usando os dinossauros do Ellen’s Energy Crisis naquela área, a exemplo do que existe na Disneyland.

Epcot – o grande foco do painel de parques na D23 Expo

E finalmente chegamos ao Epcot, que finalmente está ganhando um pouco de carinho com um aumento significativo de novas atrações. O novo slogan do parque é “The Magic of Possibility” e a área Future World foi dividida em três novas áreas: World Discovery, World Celebration e World Nature – uma forma de criar uma nova combinação com o já existente World Showcase.

Tivemos também uma série de anúncios requentados com apenas poucos detalhes novos revelados. A tão especulada reforma da Spaceship Earth vai ocorrer e deverá tomar uns dois anos. A atração terá nova narração, efeitos e cenas. O tema da “história das comunicações” será convertido em “história sobre quem nós somos e como evoluímos no mundo”.

Nosso guia será uma luz que percorrerá todas as cenas da atração. Promissor. Porém, o longo fechamento seria justificado pela troca de toda a estrutura dos veículos que necessita urgentemente de reforma.

Nova estátua de Walt Disney

Uma nova estátua de Walt Disney em local chamado “Dreamers Point” será instalada atrás da Spaceship como se Walt contemplasse a visão em direção ao World Showcase. Sem dúvida uma boa adição que será bastante popular com fãs.

Novo pavilhão PLAY!

No lugar do antigo Wonders of Life o pavilhão PLAY! foi confirmado para 2021 como sendo uma metrópole digital com jogos interativos e atividades para conectar crianças, familiares e amigos aos personagens Disney como Edna Moda (“Os Incríveis”), Huguinho, Zezinho e Luizinho (“DuckTales”) e Ralph (“Detona Ralph”).

Outras atrações como os filmes novos dos pavilhões The Land (Awesome Planet) da China (Wondrous China), Canadá (Canada Far and Wide) e França (Beauty and the Beast Sing-A-Long) já eram conhecidos. Do mesmo modo, a atração “Remy’s Ratatouille Adventure” não teve nenhum detalhe extra revelado. 

Restaurante espacial no Epcot

Anúncios requentados também foram o restaurante do pavilhão Mission Space, que ganhou o nome “Space 220”. E dos substitutos do show noturno Illuminations: Reflections of Earth: em 2019 teremos “Epcot Forever” – que talvez se torne uma despedida ao velho conceito do Epcot (que de experimental, protótipo e comunidade quase não tem mais nada) e “HarmonioUS” – novo show que terá novos efeitos criados especialmente para ele.

Mary Poppins no pavilhão do Reino Unido

O anúncio mais especial talvez tenha sido a da nova atração de Mary Poppins no pavilhão do Reino Unido. Era um forte rumor que circulava nos últimos seis meses, mas bem menos discutido que os demais. A Disney não revelou que tipo de atração será, embora uma das ideias aventadas seja um carrossel coberto com projeções de animação nas paredes.

O grande destaque foi a presença no palco do ator Dick Van Dyke, que estranhamente foi deixado de lado na hora do anúncio. O fato de anunciarem a construção da rua Cherry Tree Lane direto do filme, deixa dúvidas se há algo mais ambicioso para a atração.

Uma omissão percebida foi sobre o destino do pavilhão Imagination. Houve a sensação de que haveria algum anúncio pois havia referências feitas ao dragão Figment no painel. Infelizmente não há nada planejado, embora o pavilhão tenha sido regularmente visitado por imagineers nos últimos anos.

Há uma intenção de manter o personagem Figment e certamente algo será pensado tendo em vista que a atração agora fica localizada na área World Nature. Porém, o horizonte de mudança aqui está na média de cinco anos se calcularmos a lógica das novidades entre parques. Teremos de aguardar.

Espaços ainda mais verdes no Epcot

O Epcot passará a ter mais espaços verdes e um pavilhão de três andares que servirá como centro das atividades dos festivais, que nos últimos anos vingaram como atrativo para os visitantes fãs de gastronomia.

Uma área aquática interativa chamada “Journey of Water” (inspirada no filme “Moana”) fará a ligação entre o centro do parque e o pavilhão The Seas.

A ideia dessa área é curiosa pois é sabido que o terreno bem naquele ponto do Epcot é instável – inclusive o lago existente ali é fruto de uma tentativa frustrada na construção da expansão do Comunnicore (atual Innoventions).

Cadê o pavilhão do Brasil?

E o pavilhão do Brasil? Em que pese toda a torcida, a ideia deve ser tratada como rumor até que seja oficialmente anunciada. A verdade é que há fortes indícios circulando sobre a construção de um novo pavilhão, cuja área reservada está entre os pavilhões da Itália e Alemanha.

Dito isso, o que circula em fóruns, vlogs e por insiders é que executivos teriam sido cautelosos com o timing desse anúncio, pois o Brasil tem sido destaque no noticiário internacional de forma negativa.

E a Disney já teve problemas recentes com uma atriz chinesa que resolveu tomar posição nas manifestações de Hong Kong, o que provocou uma onda de boicote ao remake do filme “Mulan”. Então teremos de aguardar e ver o que acontece.

Anúncios requentados

Porém, é estranho o painel sobre parques ter sido menos bombástico que o de 2017 e apostar tanto em anúncios requentados. Há algumas hipóteses para isso que eu gostaria de compartilhar. Há uma corrente defendendo que essa retração nas novidades teria sido devido ao “efeito Star Wars” nos resorts da Disney.

Leia-se a visitação ficou abaixo do esperado e muitos culpam o aumento no valor dos tickets e a abertura em fases da nova área temática. Isso não reduziu o faturamento, porém afetou o índice de visitação.

Uma segunda corrente especula que o CEO Bob Iger já está se preparando para sua aposentadoria, e não interessaria a ele apostar tão alto e arriscar o preço das ações da corporação. A justificativa é que ao fim de seu contrato ele teria direito a resgatar as ações em dinheiro (espécie). Parece-me um tanto forçado.

Uma terceira hipótese explica o fraco painel calcado num efeito dos últimos anos em que as pessoas planejam suas viagens de acordo com as novidades. Explicando melhor, sabendo que uma nova área temática abre só daqui a dois anos, as famílias agendariam suas viagens em torno da melhor data para aproveitá-la.

Montanha-russa Guardians of the Galaxy: Cosmic Rewind

É plausível, pois realmente muita gente adiou a viagem aguardando a abertura completa de Galaxy’s Edge e explicaria a ausência de datas em muitos anúncios das atrações. Por exemplo, a montanha-russa do Epcot, “Guardians of the Galaxy: Cosmic Rewind” só teve revelado seu nome e o fato de que o lançamento do trem será reverso (de ré).

A quarta e melhor hipótese, no entanto, explica também a postura da Universal Studios e seu igualmente fraco anúncio de novo parque. O fato do mercado financeiro sinalizar a alta probabilidade de uma recessão mundial a caminho pode ter forçado uma postura cautelosa das corporações. Isso não significa que a Disney não tem mais novidades preparadas.

E sim que a empresa prefere aguardar mais um tempo, sentir como se comporta a economia mundial, e aí sim apostar as fichas em novos investimentos. Isso já ocorreu no passado e também em crises internas (como quando a Disneyland Paris entrou no vermelho em 1993 e 1994).

Considerações Finais

No fim podemos ficar felizes com a confirmação de muitos rumores e com os detalhes extras das atrações novas que já eram de conhecimento público. Temos de celebrar que a Disney confirmou a tendência de investir pesado em novidades em todos os parques.

Anos atrás foi o Magic Kingdom com a New Fantasyland, depois o Animal Kingdom com a área Pandora (Avatar), este ano o Hollywood Studios com a Galaxy’s Edge, e finalmente o Epcot ganha uma atenção especial merecida.

Encontro Eu Amo a Disney 2019

Que tal participar do mais importante encontro de DisneyManíacos do Brasil?

O encontro acontecerá dias 23 e 24 de novembro e teremos muito networking, palestras, expositores e muito mais.

Descubra todos os detalhes clicando aqui.

Leia também

Moana e outras novidades no Epcot

Como o Clube WDW pode lhe ajudar

Temos vários serviços e produtos disponíveis através dos nossos parceiros que podem contribuir fortemente em sua próxima viagem.

Se sente perdido e quer trocar ideias com quem entende de Disney e Orlando? Considere nossa Assessoria de Viagem clicando aqui.

Gostaria de ter toda a sua viagem planejada, de início ao fim? Solicite uma cotação de Roteiro Personalizado aqui.

Precisa de hotel, tickets para os parques e outras experiências, carro alugado, passagens aéreas e muito mais? Clique aqui.

Quer ficar conectado o tempo todo em sua viagem e nunca precisar ficar caçando wi-fi? Clique aqui.

Para descobrir todos os parceiros do Clube WDW e Eu Amo a Disney, clique aqui.

Já pensou em criar conteúdos que realmente impactam os leitores? Descubra nosso programa de Mentoria em Criação de Conteúdo para Blogs e Redes Sociais.